Diante da deliberação de paralisação parcial dos servidores da Atenção Básica à Saúde do Município de Fortaleza, apesar do andamento das negociações discutidas em reunião da Mesa Setorial da Saúde realizada no dia 11 de setembro, a Prefeitura reafirma que, dentro de suas competências legais, está implementando projetos para minimizar as questões relacionadas à insegurança nas Unidades de Saúde.

A paralisação se dá num momento de diálogo entre servidores e governo com uma recente reunião da Mesa Setorial da Saúde, com presença da secretária da pasta, Joana Maciel, também coordenadora da mesa, que recebeu em seu gabinete representantes do Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Fortaleza (SINDIFORT), Sindicato dos Enfermeiros do Estado do Ceará (SENECE), Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Endemias no Estado do Ceará (SINASCE) e Sindicato dos Cirurgiões-Dentistas (SINDIODONTO), Sindicato dos Assistentes Sociais do Estado do Ceará (SASEC), Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos em Serviços de Saúde do Estado do Ceará (SINDSAUDE). O Sindicato dos Médicos do Ceará e o Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços de Saúde de Fortaleza foram convidados, mas não compareceram.

Durante o encontro, na terça-feira (11/9), foi apresentado o Projeto de Segurança para as Unidades de Saúde, atendendo a reivindicação dos profissionais da área no Município. Três medidas norteiam as ações: 1. Vinculação das Unidades Básicas de Saúde (UBS) às Torres de Segurança Cidadã que o Município vem implantando na Cidade, garantindo um monitoramento direcionado aos postos localizados no perímetro de alcance das torres e a interface entre os agentes de segurança e os gestores dos postos; 2. Melhoria da qualificação dos porteiros das UBSs com prazo de implantação em 60 dias; e 3. Projeto Acesso Mais Seguro, em parceria com a Cruz Vermelha, com estratégias de gerenciamento de risco em áreas mais vulneráveis.

Na ocasião, os sindicatos também receberam a proposta de atualização da lei que trata a produtividade dos profissionais de Saúde. “A produtividade é recebida por várias categorias em vários pontos de assistência e, seus normativos encontram-se desatualizados, a luz dos blocos de financiamento do SUS. Estamos propondo uma atualização da lei guarda-chuva para atualizar também os decretos que detalham a produtividade para cada categoria. Essa é uma reivindicação antiga dos servidores e nossas equipes fizeram um estudo aprofundado para melhorar a regulamentação e dar mais segurança jurídica aos profissionais”, explicou a secretária Joana.

4 ENCONTRO DE FORMAO

 

A Secretaria do Planejamento, Orçamento e Gestão e a Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude convoca os estagiários do Programa Jovens Talentos para o quarto Encontro de Formação do programa que acontece nos dias 7 e 8 de agosto no Cuca Mondubim (dia 7/8) e no Cuca Barra (8/8).

Os estagiários podem escolher o melhor dia e local para participar.

Iniciado em fevereiro, o Programa Jovens Talentos teve mais de 4mil inscrições para a Seleção Unificada, com prova objetiva e etapa de entrevistas.  

Dessa vez, além do programa de estágio com ingresso pela seleção unificada (já realizada outras três vezes durante a gestão do prefeito Roberto Cláudio), os universitários tvieram a oportunidade de participar de formação complementar pela Rede Cuca. O encontro dessa semana é o último previsto. 

Dúvidas? Ligue 3452.5376

 

 

Estamos prestes a completar as fotos de todos os ex-superintendentes e ex-presidentes que estiveram a frente do Instituto de Previdência do Município (IPM) durante os 65 anos de existência do órgão.

No próximo dia 10 de agosto – data de aniversário de 65 anos do IPM, o órgão lançará a Galeria dos Ex-Superintendentes do IPM com o intuito de marcar a data e promover a memória do Instituto, trazendo a público partes relevantes de sua história.

A nova sede do Instituto, inaugurada em 31 de março de 2016, carrega o nome do primeiro superintendente do órgão – Germano Carvalho Rocha (foto), cuja gestão data de 1953.

Desde então, até a atual gestão do superintendente Ricardo Santiago, já passaram pelo Instituto mais de 30 superintendentes e presidentes – conforme era denominado o cargo no passado.

Conseguimos reunir a maioria das fotos da nossa Galeria, mas ainda faltam oito (8) fotos, que precisamos captar com familiares e/ou amigos dos homenageados.

Precisamos de sua participação, servidor municipal, para concluir a nossa Galeria. Se você sabe onde podemos conseguir essas fotos de ex-gestores do IPM, informe o local ou o contato de familiares que possam nos ajudar.

Envie mensagens ao IPM por meio de e-mail ou whatsapp para:

E-mail institucional - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Celular e whatsapp: (85) 9 8439-6670
Assessoria de Planejamento (fixo) - (85) 3105-1396

A história do IPM também é sua!

Veja abaixo a lista com os nomes e período de gestão dos ex-superintendentes que ainda não conseguimos foto para a Galeria:

· Sebastião Gonçalves - 31/10/1955 a 26/12/1957

· Octávio Marques Pontes - 22/08/1966 a 18/03/1969

· Pedro de Menezes Cruz - 20/03/1969 a 14/05/1970

· José Simões dos Santos - 16/03/1971 a 12/04/1973 e 18/03/1975 a 14/07/1978

· Sílvio Albuquerque Mota - 02/01/1986 a 31/07/1986

· Domingos Leitão - 29/04/1988 a 31/12/1988

· Francisco de Assis Rebouças - 18/01/1990 a 07/03/1990

· Ana Eugênia de Sousa Campos- 02/01/2001 a 22/10/2001