O prefeito Roberto Cláudio assinou, nesta terça-feira (12/06), o contrato de credenciamento entre o Instituto de Previdência do Município (IPM) e a Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza. A iniciativa amplia a cobertura destinada aos beneficiários do IPM Saúde e aos seus dependentes.

A renovação e ampliação do convênio com a Prefeitura vai garantir um aporte adicional de R$ 6 milhões de reais à Entidade, ao longo de 12 meses, vinculados a serviços de média e alta complexidade. Além disso, R$ 1 milhão estão garantidos para pagamento de uma tabela de serviços com preços diferenciados

“A Santa Casa faz um trabalho de muita eficiência, visto que os recursos do SUS não são suficientes para manter os serviços oferecidos aqui. Governo e Prefeitura estão fazendo seu papel legal de apoiar a entidade e do outro lado, servidores municipais e seus familiares terão um novo hospital como opção para atendimento”, declarou o Prefeito Roberto Cláudio.

Até o mês de abril, a Santa Casa tinha mais de 1.500 pacientes na fila de espera. 500 aguardavam por cirurgias de alta complexidade e 1.000, de média complexidade. Desse total, 70% da procura por atendimento é de pessoas residentes na Capital e o restante, do Interior. Em virtude disso, o governador Camilo Santana liberou R$ 10 milhões em apoio ao maior hospital filantrópico do Estado.

O provedor-geral da Santa Casa de Misericórdia, Luiz Marques, lembrou que as doações continuam sendo importantes para a manutenção da Entidade. “Essa ação conjugada de Prefeitura e Governo vai trazer uma melhoria substancial a nossa entidade, mas ainda precisamos das doações das pessoas para manter os enfermos de extrema vulnerabilidade que nos procuram diariamente”, afirmou.

Hoje, o IPM conta com 71.763 beneficiários. Para o superintendente do Ógão, Ricardo Santiago, “o credenciamento do IPM é uma maneira de melhorar o atendimento aos servidores, visto que a Santa Casa mantém um quadro médico de excelência e uma estrutura física de qualidade”, afirmou.