Na etapa final de construção do seu Programa de Voluntariado, a Prefeitura de Fortaleza enviou um grupo de técnicos para uma semana de capacitação no Porto Social, em Recife. A incubadora de empreendimentos sociais foi fundada por Fábio Silva, também idealizador do Programa Transforma Recife, da Prefeitura local, que quer transformar a cidade na “capital da solidariedade” e virou case para outros municípios.

O desafio é potencializar esforços já empreendidos por cidadão e sociedade civil, além de ser um elo entre a vontade de protagonizar mudanças e a possibilidade de, concretamente, ser voluntário em sua cidade.

Fábio Silva esteve na última reunião de secretariado da gestão do prefeito Roberto Cláudio, em março. Em maio, o secretário do Planejamento, Orçamento e Gestão e seu adjunto, Philipe Notttingham e Vicente Ferrer, passaram um dia no Porto Social, junto com Renato Lima, coordenador das Regionais. Da missão técnica, foi agendada a imersão da equipe nessa semana de 11 a 15 de junho.

Em Fortaleza, o Programa de Voluntariado está sob coordenação da Secretaria do Planejamento, Orçamento e Gestão, com participação direta do Gabinete da Primeira-Dama, da Coordenadoria de Articulação das Regionais e da Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS). Representantes de cada um desses órgãos foram participar do curso em Recife: Renato Borges (SDHDS), Márcia Dias (Gabinete da Primeira-Dama), Débora Menezes (Gabinete da Primeira-Dama), Beck Feijão (SEPOG) e novamente o coordenador das Regionais, Renato Lima.

Para Renato Borges, assessor especial da SDHDS, "os debates realizados convergem para que o cidadão, o terceiro setor e o poder público possam caminhar na mesma direção. Frise-se ainda a relevante expressão das benesses advindas do voluntariado e do engajamento cívico que apontam para o sentimento de pertencimento, fazendo com que cada cidadão venha, com orgulho, avocar o seu papel perante a sociedade".