A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria da Saúde (SMS), realiza, neste mês de junho, capacitação para os profissionais da saúde sobre o manejo da chikungunya. Serão capacitados cerca de 600 profissionais médicos e enfermeiros que atuam na Atenção Primária do município.

Durante a capacitação, os profissionais receberão informações sobre o “Manejo clínico das fases aguda, subaguda e crônica da chikungunya”, “Processo de Trabalho e Rede de Atenção” e “Informação, educação e comunicação”. Infectologistas, reumatologistas e médicos da família serão os palestrantes do treinamento que contará ainda com explanação do cenário epidemiológico de Fortaleza.  

Em Fortaleza, de acordo com o último boletim epidemiológico, divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde no dia 9 de junho, neste ano foram notificadas 27.299 suspeitas de Chikungunya, sendo 993 de residentes em outros municípios e 26.306 em Fortaleza. Dos residentes na Capital, 18.990 (72,2%) casos foram confirmados. Até agora, já foram notificados 76 óbitos suspeitos de chikungunya, 20 já confirmados.  

A capacitação faz parte de um pacote de ações desenvolvidas pela Prefeitura com foco no enfrentamento às arboviroses que inclui, entre outras ações, mutirões com visitas domiciliares, bem como a "Operação Quintal Limpo” e “Foco no Foco”.  A SMS tem promovido ainda atividades estratégicas intersetoriais envolvendo outras secretarias, como a formação de brigadas em prédios públicos e privados, dia “D” da faxina semanal nos equipamentos públicos, parcerias e convênios com entidades da sociedade civil, além de campanhas educativas e instituição do comitê de políticas públicas para prevenção e ações de combate às arboviroses da Capital.  

A Febre Chikungunya é uma doença transmitida pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus. No Brasil, a circulação do vírus foi identificada pela primeira vez em 2014. Em geral, os principais sintomas são febre alta de início rápido, dores intensas nas articulações dos pés e mãos, além de dedos, tornozelos e pulsos. Pode ocorrer ainda dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele.  

SERVIÇO
Capacitação para profissionais da Atenção Primária sobre manejo da chikungunya
Horário: 13h às 17h
Data/Local: 
13/06: Unichristus Cocó (auditório 2º andar) – Rua João Adolfo Gurgel, 133 - Cocó
21/06: Unifor (Auditório H85)- Av. Washington Soares, 1321, Edson Queiroz
29/06: Unichristus Cocó (auditório 2º andar) – Rua João Adolfo Gurgel, 133 - Cocó